Tumores neuroendócrinos

Os tumores neuroendócrinos (TNE) podem surgir em qualquer parte do corpo e aparecem com maior frequência no trato gastrointestinal. Podem não apresentar sintomas, por vezes, sintomas, porém muitas vezes podem produzir quantidades anormalmente grandes de diversos hormônios, o que altera o funcionamento do organismo e pode provocar transtornos digestivos, perda de peso e “flushing” (vermelhidão da pele e ondas de calor). Com a Ipsen, aprenda mais sobre esta doença endócrina rara, o seu diagnóstico, bem como os diversos tratamentos disponíveis.

Devido à ausência de sintomas ou pela presença de sintomas inespecíficos da doença, os TNE-GEP podem passar despercebidos durante vários anos. O diagnóstico é feito frequentemente de forma incidental, ou então numa fase tardia, com um atraso médio de 5 a 7 anos. Consequentemente, em 20% a 50% dos casos o tumor já tem metástases no momento em que é diagnosticado.

Existem vários exames que permitem fazer o diagnóstico:

  • A endoscopia ou a ecoendoscopia (exame que permite ver as paredes de uma cavidade utilizando ultrassom) revela os tumores situados no interior do tubo digestivo e permite fazer coleta de amostras deste tumor.
  • Os exames de imagem por tomografia computadorizada ou por ressonância magnética permitem visualizar os tumores mas não podem confirmar a sua natureza endócrina.
  • Os exames de medicina nuclear com base na injeção de marcadores que se fixam nos receptores dos TNE (cintilografia ou tomografia por emissão de pósitrons [PET] acoplada ao scanner) confirmam a natureza endócrina do tumor.
  • Diversas análises de sangue permitem diagnosticar os TNE funcionais em função do aumento anormal dos hormônios que secretam.
  • O estudo anátomo-patológico do tumor ou de uma amostra dele é o único exame que permite confirmar o diagnóstico. Para isso, é  frequentemente proposto que o paciente faça uma biópsia do tumor, ou seja, retirar uma pequena parte do mesmo para fazer o exame no microscópio (exame histológico).

~112 000

Pessoas nos Estados Unidos da América1 têm um TNE-GEP

~2,4

Novos casos por ano por cada 100 000 habitantes2

~65 anos

A média de idade do diagnóstico3

Fontes :

1. Gastrointestinal Carcinoid Tumors: American Cancer Society Website: http://www.cancer.org/acs/groups/cid/documents/webcontent/003102-pdf.pdf. Accessed October 28, 2014

2. Niederle MB, Hackl M, Kaserer K, Niederle B. Gastroenteropancreatic neuro-endocrine tumours: the current incidence and staging based on the WHO and European Neuro-endocrine Tumour Society classification: an analysis based on prospectively collected parameters. Endocr Relat Cancer 2010; 17(4): 909-18

3. Lepage C, Bouvier AM, Phelip JM, Hatem C, Vernet C, Faivre J. Incidence and management of malignant digestive endocrine tumours in a well defined French population. Gut 2004; 53(4): 549-53

Última atualização 06/10/2017