Hiperidrose

A hiperidrose, ou hiper transpiração, designa uma produção excessiva de suor, superior às quantidades necessárias para termorregulação corporal. As áreas geralmente envolvidas nesta situação são as axilas, as mãos, os pés e o rosto, mas esta patologia também pode implicar toda a superfície do corpo. Com a Ipsen, você poderá obter mais informações sobre esta doença, o seu diagnóstico e os diferentes tratamentos.

Definição

A hiperidrose é um excesso de produção de suor que pode ser intermitente ou permanente, com uma acentuação em caso de crises.

Existem vários tipos diferentes de hiperidrose:

  • A hiperidrose generalizada: revela frequentemente uma infecção crônica,  uma doença metabólica ou linfoma. Este tipo de hiperidrose provoca uma hipersudorese em toda a superfície corporal.
  • A hiperidrose localizada primária: idiopática (sem causa aparente ou característica); esta hiperidrose, com duração superior a seis meses, fica limitada às axilas, às plantas dos pés, à virilha e à cabeça.
  • A hiperidrose localizada secundária ou regional: frequentemente devida a uma anomalia neurológica, fica circunscrita à metade do corpo ou a um dos membros.

 

Sintomas e consequências para a saúde

A gravidade dos sintomas é muito variável. Existem quatro níveis de gravidade1:

Nível 1: A minha transpiração passa despercebida e não atrapalha em nada as minhas atividades cotidianas.
Nível 2: A minha transpiração é suportável, mas às vezes atrapalha as minhas atividades cotidianas.
Nível 3: A minha transpiração é quase insuportável e, com frequência, atrapalha as minhas atividades cotidianas.
Nível 4: A minha transpiração é insuportável e, constantemente, atrapalha as minhas atividades cotidianas.

Nos casos mais graves, a hiperidrose implica:

  • vermelhidão (eritemas);
  • edemas;
  • dores;
  • resfriamento significativo do corpo e das extremidades (devido à evaporação);
  • prejuízo social relacionado ao excesso de transpiração, podendo provocar ansiedade, taquicardia e vascularização deficiente.

A hiperidrose é agravada frequentemente pelo estresse e pelas emoções fortes, o calor e a febre ou ainda pelo consumo de certos alimentos (notadamente o café, o chocolate e as especiarias).

 

Fatores de risco

Embora a sua origem continue a ser bastante desconhecida, esta patologia poderá ser causada por um hiper funcionamento dos circuitos nervosos reflexos responsáveis pelasudorese. A hiperidrose axilar e/ou palmar aparece mais frequentemente sem causa aparente, habitualmente antes dos 25 anos. O fator genético é, no entanto, importante, existindo antecedentes familiares em 42% dos casos.

 

Incidência

A hiperidrose é uma doença bastante rara, que afeta cerca de 3% da população nos Estados Unidos e na Alemanha, contra apenas 1% no Reino Unido. O número de doentes na França ainda é desconhecido.

Esta doença aparece, geralmente, durante a puberdade ou em adultos jovens (especialmente no caso da hiperidrose axilar), atinge o seu auge entre os 30 e 40 anos, diminuindo progressivamente com a idade. Ocorrem, igualmente, alguns casos de hiperidrose palmar nas crianças.

4 níveis de gravidade

Uma doença rara

Fontes :

1. Escala HDSS: Hyperhidrosis Disease Severity Scale.

Última atualização 06/10/2017