Acromegalia

Algumas vezes chamada de doença de Pierre Marie, de acordo com o nome do primeiro médico que descreveu os respectivos sintomas, a acromegalia é uma alteração hormonal que se caracteriza por um crescimento anormal dos ossos ou um espessamento cutâneo significativo do rosto e das mãos e dos pés. Com a Ipsen, aprenda mais sobre esta doença endócrina rara, os meios de diagnosticá-la, bem como os diversos tratamentos disponíveis.

A acromegalia é uma alteração hormonal caracterizada por um diagnóstico muitas vezes tardio, devido ao lento aparecimento dos sintomas e das alterações físicas que se estabelecem de forma insidiosa  com o decorrer dos anos. Algumas vezes, as dores nas costas (lombalgias) e das articulações (artralgias) são os fatores que fazem com que os doentes consultem um médico. O diagnóstico é feito, muitas vezes, mais de dez anos após o aparecimento dos primeiros sintomas.

Para confirmar o diagnóstico da acromegalia, é conveniente efetuar diversos testes:

  • Uma análise de sangue que confirma uma taxa elevada de IGF1, atualmente considerado o melhor indicador da atividade clínica de acromegalia.
  • O teste de supressão do hormônio do crescimento pela glicose que consiste no aumento artificial da taxa de glicose no sangue (ingerindo uma bebida doce) e na medição regular da taxa de hormônio do crescimento no sangue. Em um indivíduo saudável, o aumento da taxa de açúcar no sangue faz baixar a secreção do hormônio do crescimento. No caso de acromegalia, a taxa respectiva permanece constante e se fala em ausência de supressão.
  • Imagem por ressonância magnética (RM) permitem evidenciar o adenoma hipofisário.

3 a 4

Novos casos de acromegalia por ano em 1 milhão

40 anos

Idade média do diagnóstico da doença

Fontes :

 

1. Fédération d’endocrinologie du Pôle Est. Website: http://federation-endocrino-poleest.univ-lyon1.fr/webapp/website/website.html?id=3300926&pageId=220550

2. Philippe Chanson. Acromégalie. Presse Med. 2009, 38: 92-102. http://www.em-consulte.com/showarticlefile/197873/main.pdf

Última atualização 06/10/2017